Nós somos os descendentes de alienígenas

Jean Sendy, o famoso e altamente respeitado ufologista francês, parecia ter encontrado uma pista bastante interessante…

Qual o achado dele?

Uma simples medida do tempo usado na antiguidade, especialmente pelos hebreus e seu calendário, chamado Helek. Helek significa textualmente “parte” e se escreve: Halakim no plural. Também pode significar “volume” para um livro, como é o caso do Zohar dividido em Helek. O Helek é uma unidade de tempo que corresponde ao milésimo de 1/1080 de uma hora. Este, citado no livro sagrado do judaísmo, o Torá, detém sua estranheza em sua precisão incompreensível. Na passagem onde é evocada, o dia é dividido (como nós) em 24 horas, a cada hora em 1080 Regalim “instantes” (rega no singular) e cada rega em 76 Helek (segundos).

Continuar a ler “Nós somos os descendentes de alienígenas”

A pedra de Bethel

No livro de Génesis, no antigo testamento, capítulo 28, lemos que o profeta Jacob adormeceu usando a pedra como um travesseiro. É-nos dito que Deus deu a Jacob um sonho intenso, e quando Jacob acordou ele declarou que a pedra representa o Deus de Israel, e chamou a pedra “Beth-El”, significando “a casa de Deus”. Esta pedra tornou-se o símbolo do Deus de Israel.

Continuar a ler “A pedra de Bethel”